COMO AJUDAR A CURA DO CÂNCER INFANTIL

O tratamento de uma criança ou adolescente portador de câncer dura, em média, de 1 a 3 anos, além de exigir o deslocamento geográfico de algumas famílias, acarreta grande desgaste físico, financeiro e emocional para todos os envolvidos.

As intervenções muitas vezes implicam em hospitalização prolongada e procedimentos invasivos, interrompendo a rotina de vida e estudos dos pacientes.

São vários os tipos de câncer a serem combatidos nesta árdua luta:

Leucemia – tipo mais comum na infância. Trata-se de um distúrbio na medula óssea, que ataca o sistema de defesa provocando anemia, infecções, sangramentos. Hoje, as chances de cura para leucemias pode chegar a 70%, aumentando se for precocemente diagnosticada. O tratamento é realizado através de remédios (quimioterapia) e às vezes há indicação de transplante.

Há também os linfomas e os tumores sólidos que podem atacar outras regiões do corpo, com boas perspectivas de tratamento e cura, principalmente em fase inicial da doença.